Sejam bem vindos ao site sobre a Bíblia do ponto de vista místico e esotérico

Informações a respeito de cabala cristã, martinismo, arqueologia bíblica, interpretações, textos místicos e assuntos relacionados



sábado, 14 de outubro de 2017


Sobre o princípio das dores, fim do mundo e a ceia santa, do ponto de vista esotérico





Resultado de imagem para Jesus no monte das oliveiras





“Ora, Jesus, tendo saído do templo, ia-se retirando, quando se aproximaram dele os seus discípulos, para lhe mostrarem os edifícios do templo. Mas ele lhes disse: Não vedes tudo isto? Em verdade vos digo que não se deixará aqui pedra sobre pedra que não seja derribada. E estando ele sentado no Monte das Oliveiras, chegaram-se a ele os seus discípulos em particular, dizendo: Declara-nos quando serão essas coisas, e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo”. (Mat. 24: 1-3)



“E ouvireis falar de guerras e rumores de guerras; olhai não vos perturbeis; porque forçoso é que assim aconteça; mas ainda não é o fim. Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino; e haverá fomes e terremotos em vários lugares. Mas todas essas coisas são o princípio das dores. (Mat. 24:6-8)



“Enquanto comiam, Jesus tomou o pão e, abençoando-o, o partiu e o deu aos discípulos, dizendo: Tomai, comei; isto é o meu corpo. E tomando um cálice, rendeu graças e deu-lho, dizendo: Bebei dele todos; pois isto é o meu sangue, o sangue do pacto, o qual é derramado por muitos para remissão dos pecados”. (Mat. 26: 26-28)













Passamos por um momento espiritual. Isso nos lembra em contraste com o nosso apego material, e assim nos vêm a memória o Cristo, que nos mostra esse caminho espiritual. Isso não se faz sem alguma dificuldade inicial, e assim o fim dos tempos. Tal fim não é necessariamente externo, mas mais interno. É um certo batismo verdadeiro e profundo. Também uma eucaristia espiritual e mística que nos une ao Cristo Cósmico. Essa lição da ceia é ainda alquímica, como lembra Corinne Heline, em seus comentários esotéricos a Bíblia. Também John Scott nos leva a pensar no que é esse tal fim do mundo. E o que vem a ser esse Monte das Oliveiras, em sentido místico? E qual será a pedra sobre pedra que não estará derribada? Será que o Divino agirá com alguma “maldade” extinguindo toda a possibilidade de existência humana? Será que guerras, catástrofes naturais e perseguições transformam o mundo em algo melhor, ou o levam para a espiritualidade? 

Resultado de imagem para Jesus no monte das oliveiras
 



Há entre muitos teólogos uma certa escatologia, defendida em sentido fatalista e pior, materialista. De modo algum a doutrina bíblica é meramente moralista e material, e mesmo não se pode nem relacionar fatos que ocorreram na noite dos tempos, com a nossa realidade presente. Claro que se esperar e marcar datas para o fim do mundo e para a segunda vinda de Cristo, bem como uma série de invenções, se atacando igrejas, governos e países é igualmente contraditória. Essas invenções e interpretações limitadas nos deixam perplexos, e cada vez mais pessoas temem ou mesmo desejam um fim, não evoluindo ou se transformando. O Cristo veio para nos transformar, e nada teremos de temer. Para isso um ponto de vista místico e interno nos dá melhor resposta a dita “escatologia”, que na verdade é o retorno para o Pai, e nesse sentido algo bom, mas que exige transformação de natureza e o que se chama em Mateus de “princípio das dores”.






Como vimos nesse estudo, a linguagem da Bíblia é uma linguagem das raízes, simbólica e se referindo a mundo espiritual. Para isso, nos vêm ensinar a cabala, bem como a gnose e a mística. E meras guerras, catástrofes naturais e perseguições não melhoraram a humanidade. O fator deve ser o amor ao próximo, e nesse estaria toda a lei, bem como a adesão ao Criador. Nesse sentido que o ensinado pelo Yeshua (Jesus) em Mateus, fala desses símbolos de transformação espiritual, e atemporal. O Monte das Oliveiras simboliza um elevado plano espiritual. O fim do mundo ocorrerá tanto individualmente, quanto cosmicamente, conforme Max Heindel, e o fim do mundo é o fim da materialidade, conforme Scott. E alguém se pergunta se acabaria tudo? Não ficará pedra sobre pedra. Mas ficará a alma, ou melhor, aquela parte espiritual que se desenvolve, não se confundindo com o corpo astral inferior ou de desejos, estes últimos presentes em algumas sessões espíritas. A fome descrita significa a fome espiritual, e os terremotos são os tremores da saída do espírito do corpo, em abertura de vórtices. As guerras são contra os eus, os egos e personas que nos afastam do caminho de transformação. As nações são os desejos e distrações que nos afastam do Pai Celestial.



Resultado de imagem para Jesus na santa ceia



 


Sobre a ceia, esta além do mistério da eucaristia, guarda ainda um significado esotérico adicional. John Scott, em se referindo ao espírito de Cristo que nos sustenta a vida, e que penetrou na terra após os gólgota, além de ter um cuidado especial com os planetas de nosso sistema solar, bem como simbolizando o vinho a Força Vital. A casa do Pai seria um estado elevado disso. Também Corinne Heline lembra de um sentido alquímico, onde o vinho representa o princípio masculino, e o pão representa o princípio feminino. Cristo ensinava seus discípulos a construírem a pedra filosofal dentro de si mesmos. Desse modo é errôneo quem vê a lei hermética do gênero como marca apenas de outras vertentes, excluindo a cristã. A castidade é uma chave cristã, também. E o lava pés é a limpeza espiritual dos chacras, que muitas vezes sofreram com sentimentos negativos e mesmo a influência do mundo. Um sinal da humildade do iniciado é o lava pés.











Fontes



- Sagrada Bíblia, versão João Ferreira de Almeida, em ebook Microsoft Reader



- Interpretação Esotérica do Evangelho de São Mateus. Por Roberto Gomes da Costa. Fraternidade Rosacruz Max Heindel.



- Estudos Gnósticos sobre a Bíblia Hebraica. Editorial Mória.






sábado, 7 de outubro de 2017

Maria, mãe mística de Jesus e de acordo com a cabala cristã


Maria, mãe mística de Jesus e de acordo com a cabala cristã




Resultado de imagem para Maria mãe de Jesus





“E entrando na casa, viram o menino com Maria sua mãe e, prostrando-se, o adoraram; e abrindo os seus tesouros, ofertaram-lhe dádivas: ouro incenso e mirra”. (Mat. 2:11)



“Não é este o carpinteiro, filho de Maria, irmão de Tiago, de José, de Judas e de Simão? e não estão aqui entre nós suas irmãs? E escandalizavam-se dele”. (Mar. 6:3)



“Ora, no sexto mês, foi o anjo Gabriel enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré, a uma virgem desposada com um varão cujo nome era José, da casa de Davi; e o nome da virgem era Maria”. (Luc. 1:26-27)



“e exclamou em alta voz: Bendita és tu entre as mulheres, e bendito é o fruto do teu ventre!” (Luc. 1:42)



“Muitos, pois, dentre os judeus que tinham vindo visitar Maria, e que tinham visto o que Jesus fizera, creram nele”. (João 11:45)



“Saudai a Maria, que muito trabalhou por vós”. (Rom. 16:6)



“E viu-se um grande sinal no céu: uma mulher vestida do sol, tendo a lua debaixo dos seus pés, e uma coroa de doze estrelas sobre a sua cabeça”. (Ap 12:1)




Resultado de imagem para Maria mãe de Jesus





Meu nome não mente, e assim Maria ganha importância à minha pessoa. Oriunda de um círculo místico e desde cedo sendo visitada por santos e anjos, possuindo visões e praticando curas, Miriam que era reencarnação de outra Miriam, viria a ser a Mãe de Deus, ou de Nosso Senhor Jesus Cristo. Assim José também fazendo parte dessa fraternidade mística, o qual foi escolhido por uma espécie de sorteio. Miriam concebe Yeshua (Jesus) em castidade. A mãe Sophia é encarnada no Filho. Assim pelo filho vem a reflexão que é bendito o fruto de seu ventre. Ela então repara o pecado de Eva.





O partsuf de Aima, Deus Mãe encarna em Maria. Assim esse rosto espiritual e presente, real, nos vem trazer a encarnação de Cristo, para assim nos salvar daquele pecado de Adão. Yeshua vem como o segundo Adão, e assim repara o primeiro. Maria repara Eva e estamos assim prontos a adentrar em altos níveis espirituais, pelo amor ao próximo e reconhecendo o Criador e dimensão Pai, ou Abba. Assim meditamos na Mãe Israel, ademais, e lembramos das bodas descritas em Cânticos, dessas núpcias místicas. Como disse o Papa João Paulo II, Maria é a imagem escatológica da Igreja.


Resultado de imagem para Maria mãe de Jesus




Também no Apocalipse ela é retratada como a virgem, e assim supera o dragão e Satanás. A energia sinistra caminha contra Maria, e junto com essa energia draconiana vem a falta de castidade, o preconceito contra as mulheres e o não reconhecimento do Divino Feminino. A dimensão cabalística de Aima de Deus, o Seu rosto feminino, é pouco lembrado. Também a divina Mãe Kundalini, que também evoca pureza, é esquecida, e assim não se pode conhecer as 7 Igrejas do Apocalipse, os sete chacras dessa transformação interna do Ser, superando assim os dragões de seus egos e personas, que tanto atrapalham a caminhada espiritual. A mulher vestida de luz é desrespeitada, e suas imagens quebradas, confundidas com ídolos pagãos e esquecida na Intercessão com o Pai Eterno. Assim confuso, o descrente sucumbe em uma das sete raças que representam esse caminho espiritual. Assim a castidade enfrenta o dragão da perversão, e supera os desejos animalescos, retratos de ietzer hará (alma animal). Maria supera o dragão vermelho e mostra o caminho relativo as sete igrejas. Nasce assim o Filho do Homem de uma virgem, e deste modo o Cristo Interno se revela.

Resultado de imagem para Maria mãe de Jesus




Por fim Maria mostra o rosto de amor e compaixão, e do acolhimento do divino filho. Assim as mulheres encontram nesse símbolo apocalíptico da mulher vestida de luz, ou da mulher e o dragão, respostas para a vida e para a trajetória espiritual. Para tanto, se torna uma mulher nirvânica e conhece o Sagrado Feminino nela mesma, a fim de observar a imagem e semelhança da Criação. Eva assim é reparada em Maria, e a mulher se torna a Divina Noiva, Sophia para assim mostrar esse rosto de Deus na conexão e Adesão a Ele. Logo, o dragão do egoísmo é vencido, e a serpente do ego é pisada e dominada, e pela sua cabeça é controlada. Com Cristo se supera esses inimigos tenebrosos e se retorna ao paraíso do Éden, mundo cabalístico de Atzilut, para assim estar junto de Deus. Assim se compreende essa dimensão Aima ou de Biná Dele, o Seu atributo. A Mãe Divina permanece conosco.




Fontes


-Santa Bíblia. Versão ebook Microsoft Reader, João Ferreira de Almeida.


- Tau Malachi. Cristo Cósmico: a cabala do cristianismo gnóstico. Editora pensamento.


- Samael Aun Weor. Mensagem à era de aquário. Editora Gnose.







Imagens de :


http://www.semprealegria.com/maria-a-mae-de-jesus/


https://fococristao.wordpress.com/2015/12/24/maria-uma-mae-adolescente/


https://formacao.cancaonova.com/nossa-senhora/dogma/como-maria-foi-sempre-virgem/


http://imagenscatolicas.blogspot.com.br/2008/01/maria-me-de-jesus.html










sábado, 30 de setembro de 2017

Lições de Maria Madalena


Lições de Maria Madalena





Resultado de imagem para Maria Madalena




“Também estavam ali, olhando de longe, muitas mulheres que tinham seguido Jesus desde a Galiléia para o ouvir entre as quais se achavam Maria Madalena, Maria, mãe de Tiago e de José, e a mãe dos filhos de Zebedeu”. (Mat. 27:56-57)





“Mas achavam-se ali Maria Madalena e a outra Maria, sentadas defronte do sepulcro”. (Mat. 27:61)





“Ora, passado o sábado, Maria Madalena, Maria, mãe de Tiago, e Salomé, compraram aromas para irem ungi-lo”. (Mar. 16:1)



“Ora, havendo Jesus ressurgido cedo no primeiro dia da semana, apareceu primeiramente a Maria Madalena, da qual tinha expulsado sete demônios”. (Mar. 16:9)






Resultado de imagem para Maria Madalena





 
Deus é Pai e Mãe nosso, Abba e Aima. Como sabemos, Nossa Senhora Maria, mãe de Cristo recebeu destaque na religião, e é venerada ainda com grande importância, na intercessão de Deus. Já a Noiva Santa, a profetiza Nossa Senhora Maria Madalena não tomou tanta importância, o que pode mudar com um novo tempo. A gnose sofista vem para preencher essa lacuna, assim como a gnose em geral. Madalena, como é sabido pela Bíblia, estava presente nos ensinos do Senhor Yeshua (Jesus), e se não era a principal seguidora do mestre, era pelo menos uma das principais. Injustiçada na história, foi questionada em sua moral. Certo é que a Bíblia diz que foram expulsos demônios dela, conforme Marcos 16:9, e assim mostra que ela teve importância nas obras de Yeshua. Maria tem o nome original Miriam. Seu evangelho não é muito comentado ou divulgado, mas assim selecionei e comento alguns versículos de seu testemunho de Cristo. E mais, ela é profetiza e ensina sobremaneira aqueles que a buscam nos ensinos de Yeshua. Ela representa a Divina Noiva.



 
O primeiro versículo fala de Mãe do Céu, e se refere a espírito materno como forma de unção. Isso se refere a partsufim, a um rosto de Deus na forma de Mãe, ou Aima:







María dijo: "Cristo tiene una Madre, y ella es la Reina del Cielo. El cuerpo nace de la Madre Terrenal, pero el alma de luz nace de la Madre Celestial, y es el Espíritu Maternal el que despierta el alma de la luz. María dio a luz a un niño en el mundo, pero el Espíritu materno dio a luz a Cristo. Así es con todos los que están ungidos con la Luz Suprema ".







Já no segundo versículo citado, se fala em três batismos, água, fogo e terra, o que parece refletir o que gnósticos ensinam. Mostra a importância de um casamento que é o ar, com referência ao Espírito. Para assim a Noiva ser ungida no mistério:







María habló y dijo: "Hay bautismo, crisma y banquete de bodas, y hay el rescate y la cámara nupcial. El bautismo es agua, el crisma es fuego y el rescate es tierra. La fiesta de la boda es el aire, porque en el Espíritu nos encontraremos con el Ungido en el Día de la Alegría, y entonces el elemento de la cámara nupcial será completamente revelado. Todo lo que el Señor cumplió cumplió en un misterio, y la Novia Ungida es el misterio ".




Resultado de imagem para Maria Madalena




Lembra um pouco a referência a câmara nupcial citada em Evangelho de Tomé, onde apenas solteiros entrariam na mesma. Também mostra de um mistério teúrgico de sopro na relação mística entre um casal. Revela assim a dimensão Pai-Mãe de Deus. E no versículo seguinte se fala da profetiza que é Maria:






Una mujer dijo a María: "Nuestra Señora, tú eres una gran profetisa. Alabad al Señor que os envió entre nosotros. "María dijo:" Tú también debes ser vidente, para quien ve vidas ".





 
Em seguida Salomé chama Maria de Esposa da Luz, a mais bendita das mulheres. Misticamente diz que em toda a Criação há apenas fogo, luz e espírito:







Salomé se reclinó junto a María a la mesa, y Salomé dijo a María: "Tú, Esposa de la Luz, eres la más bendecida de las mujeres, porque has conocido al Señor más íntimamente y has llegado a ser fuego y luz." María le dijo: "Porque sabéis la verdad, también sois luz, fuego y Espíritu. En toda la creación no hay nada más, sólo la luz, el fuego y el Espíritu ".



 
Em seguida se fala misticamente em 7 céus, terras e infernos. Parece se referir a planos de astral e material:









María dijo: "Hay siete cielos, siete tierras y siete infiernos, y hay mundos dentro de mundos y reinos dentro de reinos. Todo pasará, pero la Morada Suprema permanecerá eterna. No hay fin para la Palabra de Dios o Sabiduría. "





 
Em seguida se fala na perfeição encontrada na câmara nupcial. É a união de sexos, pois a porta do Éden é a mesma de saída e entrada, e assim se faz através do amor, e com castidade e sabendo-se do Divino Feminino. Isso revela o tempo perfeito:







María dijo: "Sabed cómo escindir, y las cáscaras serán derramadas, y seréis unidos al Viviente. La perfección de la escisión es la cámara nupcial, y la fiesta de la boda es la gloria de ese Aeon Perfecto ".





 
Em seguida se refere aos temas gnósticos referentes aos arcontes, assim de anjos e demônios e demais seres espirituais:





María dijo: "La Divina Madre es la luz y ella es la oscuridad, ella es la santa y ella es la pecadora, los ángeles y los demonios son imágenes en ella, así como los dioses y todos los archontes; Sin embargo, está más allá de todo esto. Conócete en todas las cosas y estarás libre de la esclavitud, así como el Ungido es libre ".



 
Mostra que tanto Yeshua tem o Cristo, quanto a Sophia tem Cristo. E continua mostrando o Cristo ressuscitado, com características dos céus ou planos, em profundo ensino místico e espiritual. Uma doutrina que parece sobremaneira cabalística, semelhante a Merkabah, ou carro de Deus, ou a escada de Jacó.


Resultado de imagem para Maria Madalena







María dijo: "Yo estaba con el Salvador Resucitado, y vi a la Madre. En el primer cielo, ella era la Tierra Radiante del Paraíso. En el segundo cielo, ella era el cielo estrellado de la noche. En el tercer cielo, ella era un gran fuego. En el cuarto cielo, ella era el Gran Ángel y el Templo Celestial, y el Santo Sacrificio. Cuando la vi en el quinto cielo, ella era la Gloria del Ungido que permanecía allí, y en el sexto cielo, ella era Fuego y Hielo y el Fin de los Días. En el séptimo cielo, fue la Gran Asamblea Luminosa, y el Santo Trono, y la imagen del Uno-Que-Se Siente-Sobre-El-Trono; Pero en la Morada Suprema no puedo decir cómo era. Uno debe mirar y ver por sí mismo.





 
Na última citação que faço, e não recela nem parte do grande livro dela, com mais de 250 sentenças e ensinos a discípulos, revela a androginia do Reino, onde há outro estado corporal. Isso se refere ao gênero sexual, sobremaneira. Assim seremos naquele tempo semelhantes a anjos.









María dijo: "En el cielo los hombres y las mujeres que tienen amor y conocimiento de Dios son plenamente recibidos en la luz, pero abajo sólo los hombres de Dios son plenamente recibidos, porque hay una morada de falsedad y oscuridad, masculino. Sin embargo, la imagen del Humano en la cámara nupcial es masculina y femenina unidas en un cuerpo de luz, como los santos ángeles. Cuando la imagen de abajo es como la imagen de arriba, entonces el Evangelio se cumplirá "











 
Por fim, vemos que aqui ficaria extenso falar de todos os ensinos desse profundo Evangelho de Maria. Fato é que as mulheres começam apenas em últimas décadas a ganhar importância dentro de igrejas cristãs, e mesmo na gnose o fenômeno é atual. Vale lembrar da mãe de Jesus e também de sua principal discípula, consorte de Jesus, e que há quem diga foi mãe de seu filho, e que levou consigo seu filho, quando teve de se afastar de outros, nas colinas da Galiléia, em Safed. O filho do Senhor se chamaria Miguel, e por anos foi escondido. Muitos procuravam mesmo lá Maria para receber seus elevados ensinamentos. Logo, se tem a sua disposição uma cabala cristã.



Fonte


MALACHI, Tau. Cristo Cósmico: a cabala do cristianismo gnóstico. São Paulo: Pensamento, 2008.


imagens de:






segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Pescadores de homens, ver o som no Êxodo, a palha do fogo sem fim, não ser justificado por obras, e Samael, segundo a cabala cristã


Pescadores de homens, ver o som no Êxodo, a palha do fogo sem fim, não ser justificado por obras, e Samael, segundo a cabala cristã




Resultado de imagem para pescadores e Jesus





“Ora, todo o povo presenciava os trovões, e os relâmpagos, e o sonido da buzina, e o monte a fumegar; e o povo, vendo isso, estremeceu e pôs-se de longe”. (Ex. 20:18)



“E Jesus, andando ao longo do mar da Galiléia, viu dois irmãos - Simão, chamado Pedro, e seu irmão André, os quais lançavam a rede ao mar, porque eram pescadores. Disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens.”. (Mat. 4:18-19)



“A sua pá ele tem na mão para limpar bem a sua eira, e recolher o trigo ao seu celeiro; mas queimará a palha em fogo inextinguível”. (Lc 3:17)



“sabendo, contudo, que o homem não é justificado por obras da lei, mas sim, pela fé em Cristo Jesus, temos também crido em Cristo Jesus para sermos justificados pela fé em Cristo, e não por obras da lei; pois por obras da lei nenhuma carne será justificada”. (Gl 2:16)



“Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus” (Mat. 7:21).



“Então ordenou-lhe Jesus: Vai-te, Satanás; porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele servirás”. (Mat. 4:11)







Hoje trataremos de interpretações diferenciadas de passagens da Bíblia, baseadas numa visão mística. Assim o que parece a referência de “pescadores de homens” aos apóstolos, na verdade se referia a algo maior, ao se aprender com a cabala e com o nome divino de Senhor dos Exércitos, ou Elohim Tzavaot, em especial com as letras hebraicas que formam esse nome. Também trataremos aqui de um milagre onde as pessoas viram sons, no referido no Êxodo 20:18, bem como de referências as klipot onde Yeshua (Jesus) falou em relação a trigo e o celeiro, em Lucas 3:17. Também falaremos de uma dimensão cabalística referente a Satanás, como o Samael descrito em tradição oral e no livro de Zohar. Também ao tikkune da alma referente a porta estreita, e na redenção nossa que ademais é a redenção do mundo.

 Resultado de imagem para pescadores e Jesus

Quando pensamos em pescadores, e melhor, em pescadores de homens em sentido bíblico, no sentido de mera evangelização, e que acabaria por isso, na disseminação do evangelho ou boa nova, das obras e ensinos de Nosso Senhor Yeshua (Jesus). Sim, é isso também, mas é mais. Existe um sentido oculto nessa questão de pescar, e ele se encontra na letra hebraica Tzaddi, e no nome divino Elohim Tzavaot, ou o Senhor dos Exércitos. Essa letra Tzaddi como é sabido significa anzol. Assim, se explica o porquê de pescadores serem importantes para a obra divina, pois existe um significado espiritual ou cabalístico nisso. No nome Tzavaot ainda tem uma letra Tau, que é a cruz. Há quem já tenha usado uma cruz em forma de tau no pescoço, no caso um cristão. E Cristo também é simbolizado pelo peixe, Ichtos. Então essa descrição em Mateus 4:18 é mais ampla do que uma mera escolha ao acaso de pescadores para serem discípulos escolhidos, ou talmidim. Mas o nome divino ainda revela uma letras bet, aleph e vau, mostrando assim um caminho de unção de Cristo, ou de casa, espírito e conexão.


Resultado de imagem para Justificar pela fé Lucas
 
 

Já o significado de Gálatas 2:16 não é apenas a questão de se justificar pela fé, ou ver apenas na graça a resolução de tudo, mas conforme Tau Malachi: “O significado é este: o corpo e a consciência superficial estão sujeitos a lei e não podem se livrar da lei. O Nefesh e o Ruach estão atados a matriz do karma porque são o produto do karma, mas o Neshamah e o eu interior e superior (ser de Cristo) não estão sujeitos a lei” (2008, p. 181). Para tanto, isso se diferencia de quem comete erros, continua em ações erradas e ainda usa uma desculpa de perdão de Cristo, sem mudar sua natureza e estar de acordo com esse eu superior e em Cristo, pois continua pecando. Então, a lei não justifica os corpos superiores de Cristo, mas os inferiores estão sujeitos a lei sim, como vemos no exemplo mais simples: o pecado grave pode levar à cadeia, e a liberdade não ocorre por simples arrependimento.



Nas passagens de Mateus citadas acima, vale ressaltar que as mesmas se referem a verdadeira iluminação, e o contraste dessa ou oposição a Satanás (Egoísmo), que faria com que não se conhecesse o Cristo, pois se pratica a iniquidade, ou de tentações desse ego, como poderes do mundo e coisas que o mesmo se afeta, não se dissolvendo. Uma vez se trabalhando o ego, se pode assim receber a iluminação de Cristo e entrar pela porta estreita, ou acelerar a evolução espiritual, em tikkune, numa subida de consciências espiritual. Isso também tem o mesmo significado de subir a montanha. Um caminho para a vida, que é de Yeshua (Cristo). E Satanás também é descrito como adversário, que é o Samael ou anjo da morte descristo pelos sábios e pelo Zohar.


Resultado de imagem para Lucas 3:17


Já em Lucas 3:17 muitos talvez pensem em condenar seus irmãos, por atos que estes tenham feito, e os enviar para o fogo de inferno. Mas a passagem se refere aos klipot, que estão ligados aos pecados e a alma animal (ietzer hará), que são as cascas que ocultam a luz do Criador, ou suas emanações, as Sefirot. E essa é a palha que queima, pois essa é a sua natureza. Mas o homem possui ainda a alma divina, e assim o justo não precisa se preocupar com inferno. E em Deuteronômio 20:18 se fala que as pessoas viram as coisas, ou viram os sons, onde se operou dessa forma um milagre em que os sentidos tomaram funções não aparentemente naturais, num estado de consciência alterado. Isso se refere a uma ordem de anjos chamada Hashmalim, onde a palavra hashmal significa silêncio falante, e esse termo aparece em Ezequiel. Essa voz também é a voz “ouvida” em sonhos. Por fim o justo tem sua devoção de kavanah e ainda tikkune da alma, acelerando seu karma e entrando pela porta estreita.





Fontes



MALACHI, Tau. Cristo Cósmico: a cabala do cristianismo gnóstico. São Paulo: Pensamento, 2008.
 
Santa Bíblia. Edição ebook de Microsoft Reader. Versão João Ferreira de Almeida.

 

fotos de: